Uma incubadora de negócios maternos para você, mãe, chamar de sua

Por Letícia Kapper

A maternidade e o empreendedorismo podem andar juntos, sim. A tarefa não é fácil, mas é possível e pode te trazer uma satisfação, além de fonte de renda é claro, incrível. Quem garante isso é a turma afiada aqui do Conexão Pandora. Então se quer saber como tirar o seu negócio do mundo das ideias; ou melhorar o seu negócio que não está dando certo; ou ainda: entender o que pode fazer com a vontade de ter o negócio próprio, continua lendo esse texto!

Foto: Carlos Eduardo Maehashi

Foto: Carlos Eduardo Maehashi

Porque incubar o seu negócio

Essas perguntas sempre orbitaram a Conexão Pandora - espaço de coworking familiar, que tem clube de mães voltada para o desenvolvimento pessoal, maternidade e, agora, empreendedorismo. Por isso surgiu a incubadora de negócios maternos. Digamos que nela, que está sob o comando da competente Fernanda Araújo, você poderá trilhar seu caminho com mais clareza e precisão, contando com a mentoria de profissionais especialistas em diversas áreas que são importantes para que seu negócio deslanche. Importante: todas as mentoras são mães.

Gostou da ideia? Saiba como participar clicando AQUI

Incubadora na mídia

Na semana do lançamento, a incubadora de negócios maternos ganhou a mídia. O fato de ser um negócio inovador fez toda a diferença e trouxe a Camille Reis, colunista da revista Versar, aqui para a Conexão Pandora para uma conversa sobre negócios maternos, empreendedorismo, maternidade e por aí vai.

Potência de não estar sozinha

O chamado das sócias da Conexão Pandora - a Fernanda Araujo, a Camila Vione e a Lucieli Guero - é para as mães que tem o empreendedorismo correndo nas veias pararem de engavetar projetos ou simplesmente não avançar.  

O slogan da campanha de lançamento da incubadora é: Experimente a potência dessa rede! E elas não só falam. Elas pontuam todas as vantagens de trabalhar em equipe para alavancar seu negócio materno!


Vantagens de estar na  incubadora

  • Mentoras capacitadas;

  • Conteúdo abrangente disponível;

  • Horas de acesso ao coworking;

  • Troca de conhecimento com a rede de empreendedoras;

  • Descontos especiais com nossos parceiros;

  •        Estrutura física e online;

    Agora deve estar se perguntando se a incubadora vai te ajudar mesmo? Bom, ela é para quem….

  • Quer fazer uma transição de carreira, e quer ter um negócio;

  • Tem insegurança para empreender sozinha e precisa de ajuda e/ou sócia;

  • Quer melhorar seu negócio e precisa estar em contato com pessoas capacitadas para inovar.

    Saiba como participar da incubadora. CLIQUE AQUI

    Confira entrevista completa com Fernanda Araújo. CLIQUE AQUI