Pesquisa pra que te quero: conheça seu público e converse com ele

 É empreendedora e está estruturando o seu negócio? Ou já tem um negócio e está em dúvida sobre como divulgar seu(s) produto(s) ou serviço(s)? ou ainda: tem um negócio e resolveu inovar? Em todos esses casos, defende a  PhD em Design Fernanda Araujo - coordenadora da Incubadora da Conexão Pandora, conhecer seu público alvo é condição sine qua non.

Quando nasce uma ideia, o público alvo já foi em algum momento pensado. O trabalho então é se aprofundar para compreender a forma como este público leva a vida. 

 - Saber para quem você está entregando seu produto é essencial, tanto para o desenvolvimento do seu negócio quanto para a comunicação. Não temos como vender um produto ou serviço se não soubermos com clareza quem é o comprador - diz Fernanda.

O que precisa saber para conhecer o seu público alvo

 A Fernanda fez uma lista super esperta com aspectos básicos para os quais você precisa estar atenta na hora de pesquisar seu público alvo:

·         Idade e sexo

·         Dados demográficos

·         Preferências

·         Dores

·         Necessidades

Como fazer uma pesquisa de público alvo

Anota aí:

1 - O primeiro passo é definir as personas - descrição de uma ou mais pessoas que se enquadre(m) no seu público alvo. 

Você pode dar nome e atribuir algumas características a essas personas.

Segundo a Fernanda, essa ferramenta é interessante para se ter a visão do cliente de forma simples e rápida na tomada de decisão (desde o tema de um post, até a cor de um produto).  

2 - Buscar pessoas que se enquadrem no perfil das personas e analisar seus perfis nas redes sociais ou fazer uma pesquisa diretamente com elas. Aqui pode pensar em pelo menos 5 pessoas que se relacione com cada persona definida. 

3 - Construir o Mapa da Empatia.  Esta ferramenta ajuda você a se colocar no lugar do cliente, de forma empática, tentando trazer para a consciência como o comportamento dele interfere em seu modo de falar, pensar, sentir e identificar suas necessidades, buscando interpretar suas dores.


Agora é colocar a mão na massa. Bom trabalho!

ryan-magsino-ugCMOgP4J7I-unsplash.jpg

 Um mundo se abre ...

Um dos objetivos de compilar todas essas informações sobre o seu público e assim conhecer a personalidade e os gostos dele é, por meio de uma comunicação adequada, despertar empatia. Outro pode ser validar novos produtos, por exemplo.

- Podemos questionar nosso público sobre nossos produtos, com muito pouco ou nenhum investimento. Hoje em dia existem plataformas gratuitas que nos permitem criar questionários, que podemos enviar pelas redes sociais, por exemplo. Ou, no caso de validar algum produto podemos, com um simples protótipo (representação do produto) ver a reação do público e compreender melhorias que podem ser feitas apenas ouvindo feedbacks. -

É importante ter em mente sempre que quanto mais informações você tiver, maior a chance de fazer uma entrega satisfatória. E as pesquisas, que podem ser realizadas de forma simples, são aliadas nesse processo.

- Ao contrário do que muita gente pensa, não precisa ser um número grande de pessoas. Estudos afirmam que, para testes como esse, sendo as pessoas do seu público-alvo cinco já é suficiente para tirarmos conclusões válidas. O mais importante é ter clareza do que queremos saber – explica Fernanda.